1
três palavras

Carlos Miele

1. Modernidade

Não acredito na ruptura com o passado. Crio um diálogo entre o tradicional e o contemporâneo nas minhas criações, integrando mundos aparentemente distantes.


2. Multidisciplinar

Gosto de trabalhar com diferentes mídias e linguagens, como artes visuais, moda, cinema e música, criando um trânsito entre os diferentes campos de expressão artística. Quando crio, o que mais me interessa é o diálogo entre paradoxos, como as elites e os excluídos, a tecnologia e o artesanato, o real e o virtual. Essa experimentação não limita meu trabalho a um único lugar, porque posso fazer isso em um museu, na rua, no palco ou na passarela.


3. Idéias

Toda criação é idéia, e o criador tem que ser sincero com ele mesmo, muitas vezes até obsessivo com suas idéias. Um bom trabalho de arte causa um estranhamento, tem um poder transformador e independe do suporte. A idéia pode acontecer no vídeo, na indumentária, na fotografia, na performance... As fronteiras entre os meios de expressão são puramente imaginárias e distanciam as criações da vida, tornando-as estéreis.

.

Carlos Miele

É estilista e artista multimídia. Seus trabalhos em arte já foram apresentados em instituições como The Metropolitam Museum of Art e The John Kennedy Center for the Performing Arts. Participou também de diversas exposições individuais e coletivas no Brasil, nos EUA, na Inglaterra, Itália, Suíça e Nigéria, entre outros países.



 
1