1
três palavras

Heloisa Buarque de Hollanda

      

1. Cultura

Aqui vejo um caso interessante. "Cultura" é uma palavra que sempre usei com firmeza, sem me perturbar mais do que o necessário. Entretanto, de uns seis ou sete anos para cá, cada vez que a utilizo me vem um certo sobressalto, uma sensação de que estou derrapando na reflexão em curso. Estou falando de cultura “alta” ou da
“outra”? Estou pensando num vetor importantíssimo da economia das cidades ou naquele território livre da criação e do consumo artístico? Não estarei caindo na armadilha de sublinhar a idéia de raízes, de pertencimento, num momento em que essas idéias são estruturalmente móveis? Cultura ainda é um patrimônio localizável ou desdobrou-se, sem eu me lembrar bem quando,  num processo inesperado onde “tudo é cultura”?  Saudades do tempo em que só os antropólogos sofriam com a palavra cultura.
 

2. Globalização

Essa, em vez de instigante, para mim , é basicamente persecutória. "Globalização" é uma palavra quase tão desconfortável quanto o foi a palavra "pós-moderno" há 15 anos atrás. Mas, igualmente, me assola a cada argumento, a cada análise. Dada a alta taxa de rejeição a essa palavra no meios intelectuais progressistas, eu adoraria descartá-la ou confrontá-la com elegância calma e segura. Ser contra a globalização seria, sem dúvida,  politicamente correto, mas pouco operacional para um crítico que trabalhe a cultura contemporânea hoje. Ainda não achei o tom certo para enunciá-la com a dicção que desejo.


3. Resistência

Essa foi a palavra que sempre orientou minha libido analítica.  De uns tempo para cá, começo a ter dificuldade em colocá-la estrategicamente, com alguma correção, no meu trabalho. Mas dessa eu não abro mão. Muito frequentemente me surpreendo com a esperança de encontrá-la cifrada, como se estivesse num jogo de caça-palavras, em meus objetos de pesquisa. Sinto uma enorme nostalgia do uso feliz que eu dela fazia nos anos 1960-70.

 

 

Heloisa Buarque de Hollanda
É professora de literatura na Universidade Federal do Rio de Janeiro e autora de "Tendências e Impasses", "Cultura e Participação nos Anos 60", entre outros.

 
1